Renda fixa e CDB

Os fundos de renda fixa são uma forma comum de investimento, que podem ser de baixo riso ou de risco médio. As rendas fixas funcionam como uma forma de empréstimo, porém invertido. Ao invés de pegar crédito, o cliente insere uma quantia de dinheiro na instituição e esta devolve o que foi investido com um adicional de juros. Normalmente, os fundos de renda fixa dos bancos tem um nome específico, são os Certificados de Depósito Bancário, também conhecidos como CDB.

Como funcionam

O funcionamento dos fundos de renda fixa são simples. Basta imaginar um empréstimos ao contrário. Quem ficará com o dinheiro é a instituição, e o cliente que fez este empréstimo será pago com um adicional de juros. Existem duas formas de se fazer este tipo de investimento: os fundos de investimento pré-fixado e os pós-fixados.

Os fundos de investimentos de renda fixa pré-fixados são os mais seguros no quesito rendimento, pois o valor do juros que será pago já é acordado entre a instituição e o cliente. Já na renda fixa pós-fixada só se saberá de quanto foi o rendimento no final do investimento. Isso acontece pós os juros sobre o valor investidos depende de uma taxa de referência, e as vezes um valor fixo de juros. É bastante comum para os CBDs o uso do Crédito de Depósito Interbancário – CDI, como taxa referente, pois é sempre muito parecida com a Taxa Selic.

É escolha do cliente fazer um pré ou pós-fixado. Os dois possuem vantagens e desvantagens. No pre-fixado se tem uma garantia de valor que já foi definido, segurança que não há no pós-fixado, porém, se a taxa de referencia der um bom rendimento, os juros da pos-fixada ficaram mais altos que os da pré-fixada.

Vantagens e quando investir

As rendas fixas e o CDB não possuem um risco muito grande, inclusive podem ser investimentos que trazem um rendimento satisfatório e de risco baixo. Porém, sempre há riscos em investir, caso o instituição entre em processo de encerramento por qualquer motivo e esteja falida, será difícil reaver o dinheiro.

O momento exato para o investimento em um fundo de renda fixa irá depender do cliente. Caso ele queira investir para realizar algo especial, como comprar um carro ou imóvel, mas já possua uma quantidade de dinheiro boa e não queira esperar tanto tempo como na Poupança.