BNDES

 

O BNDES é o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social, uma instituição financeira pública federal. É uma autarquia, possuindo assim uma administração e personalidade jurídicas próprias. Seu principal produto é o financiamento a longo prazo, e seu objetivo é o desenvolvimento econômico em todos os setores e, com isso, um desenvolvimento social em nível federal. O banco está vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Telefones

Agenda rápida
Central de Atendimento do BNDES0800 702 6337
Serviço de Informações ao Cidadão (SIC)0800 887 6000
Ouvidoria0800 702 6307
Telefonistas(21) 2172-7447

História

O BNDES foi criado em 1952, com o nome de Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico, pela lei nº 1628, de 20 de junho do mesmo ano. Já foi criado como uma autarquia federal. A princípio investindo em infraestrutura, com a criação de outras estatais, o banco se focou mais no setor da iniciativa privada e industrial. Nos anos 60 começou a oferecer financiamento ao setor agropecuário e a pequenas e médias empresas. Nessa mesma década criou as representações regionais em São Paulo, Recife e Brasília, aumentando o seu alcance. Em 1982, mudou de nome, adotando o que é o mantido até os dias atuais: Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social.

Atualmente o BNDES tem o objetivo de aumentar a competitividade na economia brasileira, sempre associando sua atuação à sustentabilidade. O banco já contempla todos os setores da economia e oferece condições especiais para micro e pequenas empresas. Também trabalha com o financiamento social nas áreas da educação, saúde e agricultura familiar.

Responsabilidade Socioambiental do BNDES

O BNDES leva a responsabilidade social em seu próprio nome, portanto, como não podia deixar de ser, é uma instituição muito preocupada com o desenvolvimento da economia de modo sustentável. Esses são pontos que estão em sua missão e seus valores como empresa. O banco tem políticas de responsabilidade social e ambiental, e sempre orienta todos os seus públicos, sejam internos ou externos, a adotarem medidas sustentáveis e que promovam a igualdade e o desenvolvimento social.